Buscar
  • Dr. Edvênis Vital

Procedimentos estéticos faciais: existe idade ideal para começar a realizá-los?


A popularização e a evolução dos procedimentos estéticos faciais despertou não só o interesse de muitas pessoas como também muitas dúvidas a respeito do assunto.


Qual procedimento se encaixa melhor às características do rosto e da vontade do paciente, como e onde realizar de maneira segura… São muitos pontos fundamentais para considerar o andamento dos procedimentos.


Entre eles, refletir e entender se há idade certa para realizar procedimentos é importante, visto que pessoas cada vez mais novas estão procurando por artifícios estéticos para melhorar a aparência. Por isso, fica o questionamento: será que existe uma faixa etária ideal para começar a realizá-los? Confira abaixo!


Entenda bem sua motivação


É certo que muitos dos procedimentos são realizados por razões de saúde, no entanto, em sua grande maioria, são feitos para corrigir ou aprimorar alguns pontos da face, segundo a expectativa do paciente.


Além disso, quando se fala em procedimentos estéticos faciais, um dos principais objetivos é o rejuvenescimento da pele, que é feito através do tratamento de linhas de expressão e danos causados pela exposição crônica ao sol. Nesse caso, a procura por um especialista é mais tardia e costuma ocorrer a partir dos 45 anos, para adesão a procedimentos mais complexos.


No entanto, alguns problemas como a acne, por exemplo, costumam ter maior intensidade durante a adolescência. Nesse caso, a depender da gravidade, podem-se considerar alguns procedimentos específicos, que visam conter a doença.


Por isso, levar essas variáveis em conta é importante. Com o acompanhamento de um especialista é possível conhecer melhor os procedimentos médicos para cada necessidade e optar pela melhor alternativa para você e seu tipo de pele.


Sinais comuns para cada idade


Entendendo que alguns objetivos devem ser analisados com calma, dadas as características e fases naturais da pele, é importante conhecer também os sinais comuns de algumas faixas etárias.


Eles estão entre as principais motivações para procedimentos estéticos faciais e podem te ajudar a saber o momento certo para corrigir e aperfeiçoar cada detalhe.


A partir dos 25 anos, as primeiras linhas de expressão começam a surgir, afinal, o metabolismo já está funcionando de uma forma diferente. Além delas, as manchas de sol podem ficar mais escuras. Desse modo, as mudanças na pele ganham mais destaque e passam a ficar mais notáveis. Aqui, o tratamento preventivo já é indicado.


Entre os 30 e 40 anos, é o momento onde o corpo está em processo de transição para uma nova fase da vida, por isso também devemos nos preparar para ela. Sendo assim, é um ótimo momento para investir em tratamentos para a manutenção da pele e o acompanhamento das mudanças.


Por fim, com a chegada dos 50 anos, a pele já apresenta alterações pertinentes ao fotodano, linhas de expressão mais fortes dada a idade e fotodano crônico. Nesse caso, além dos procedimentos de tratamento, pode ser o momento de investir em métodos que possam reverter alguns pontos. Isso, claro, com moderação e respeitando o tempo de cada processo.



Como você pode perceber no post, não existe uma idade específica para dar início aos procedimentos estéticos faciais. No entanto, é importante alinhar bem as suas expectativas, as características de sua pele e as recomendações médicas para cada método.


Para aprender mais sobre cuidados com a pele e tirar dúvidas sobre procedimentos, não deixe de ver outras postagens do blog!


48 visualizações0 comentário